logo

Cronicas


A INFLUÊNCIA DA MULHER NO AERODESPORTO

AGORA VOCÊ ESCOLHE!!!!! Ou eu ou ou o vôo.!!!! Pode ser o vôo livre, a acrobacia, o ultraleve, o avião experimental, o vôo à vela, o aeromodelismo, o paraquedismo, ou seja, exatamente aquilo que a gente gosta de fazer. Praticar o AERODESPORTO.

A aviação é cara. As leis são rígidas. A meteorologia as vezes não ajuda. O campo ou a rampa por vezes ficam longe de casa. A MULHER É CONTRA!!!!

É, realmente o aerodesportista em atividade é um HERÓI!!!!

Quantas histórias de desquites cujo pivô foi o aerodesporto!!! Eu conheço várias. Uns aerodesportistas, vacinados, permanecem solteiros (ou casados com o vôo), outros acabam voando, dormindo e vivendo junto com um(a) colega de vôo e aí sim !!! É a felicidade total !!!

Você já imaginou??? Sua mulher reclamando: — Nós já estamos atrasados para ir voar!!! (A minha não chega a tanto, mas dá a maior força me acompanhando a todos os eventos e reclamando quando não posso levá-la).

O "Cachoron" e a "Dona patroa" dificilmente pousam juntos. A Mônica salta do T-6 antes do pouso. É o feliz casamento de um piloto/paraquedista com uma paraquedista/piloto. Tudo sob as asas do CIRCO AÉREO ONIX.

Herr Gabler lá em Palmeira das Missões construia seu planador na sala de sua casa. A asa já ocupava lugar de destaque na cozinha tornando as "lidas domésticas" uma mini-maratona. Foi medido!!! Do fogão à geladeira o percurso que antes era de 2,5 m ,agora chegava a 10 m (tinha-se que contornar a asa que ficava atravessada no recinto). Quando a fuzelagem invadiu o quarto do casal (parede quebrada, logicamente) foi a gota d'água e Frau Helga disse aquela frase lá do começo!!! Hoje o Gabler mora em Florianópolis e ela voltou para a Alemanha, país de origem dos dois. O planador ficou lindo e o vi voando num Campeonato Regional lá no Sul.

Alguns conseguem ir contemporizando. Ou voam no sábado ou voam no domingo. Dá até pena de ver o ar de desolamento deles quando no sábado estamos no clube combinando o vôo do dia seguinte. Aí, o domingo amanhece com aquele "céu de brigadeiro", o vento perfeito e ele é obrigado a ir para a praia com a familia. O sol incomoda, jogar frescobol com o filho já não dá mais prazer. Até a cerveja parece estar choca. E o papo com os amigos??? Que saco!!! Também!!! Não sabem nem porque o avião voa!!

Aos jovens aerodesportistas uma "dica" para a escolha de sua companheira:

Antigamente uma mulher muito bonita era chamada de "avião". Cuidado com as analogias. Mais vale um TECO-TECO que gosta de voar do que um PITTS SPECIAL anti-aéreo.

Assis Chateaubriant lançou há muitos anos atrás uma Campanha Nacional que deu enorme impulso à Aviação Civil no Brasil .Seu nome era " DÊ ASAS PARA O BRASIL". Muitos empresários doaram aviões e foram criados muitos aeroclubes resultando num grande incentivo ao aerodesporto.

Vamos lançar uma outra Campanha Nacional ,desta vez dirigida às mulheres, e que tenho a certeza que dará mais resultado para o aerodesporto. Poderia chamar-se "DEIXE O SEU MARIDO SOLTAR SUAS ASAS" ou coisa parecida. As mulheres que aderirem verão que aquela máxima que diz: mais vale a qualidade que a quantidade, é corretíssima. Elas terão o marido menos tempo ao seu lado, mas em compensação, muito mais felizes.

 

 

logo